Sai a lista e o Pirapora FC será o único do Norte de Minas na Segundona

Competição tem 17 clubes inscritos; além do Peixe, voltam ao profissionalismo o Araguari, XV de Novembro de Uberlândia e Atlético/TC




O futebol do Norte de Minas terá o Pirapora Futebol Clube como único representante no Campeonato Mineiro da Segunda Divisão em 2019. O Peixe aparece na lista dos 17 convocados pela presidência da FMF para o Conselho Técnico (Arbitral), que definirá a fórmula de disputa e o calendário da competição. A reunião arbitral será nesta terça-feira, dia 14, às 14 horas, em Belo Horizonte. O Blog havia adiantado sobre o interesse do clube em voltar ao Mineiro.

A revelação foi publicada no início da noite, no site da FMF e surpreende pela quantidade de clubes que estavam fora do profissionalismo e resolveram voltar neste ano, como o Atlético de três Corações, Araguari, Figueirense, de São João Del Rei, e o Santarritense, de Santa Rita do Sapucaí.

O novato da vez é o Betim FC, novo nome do AMDH, que até então só disputava competições de base. Rebaixado do Módulo II do ano passado, o Mamoré de Patos de Minas vai tentar o acesso. O Ponte Nova, que no ano passado mandou os seus jogos em Governador Valadares, volta para a cidade de origem.

Já o Coimbra, que acaba de comemorar o acesso para a Primeira Divisão Mineira, surpreende com a decisão de lançar um time “B” para manter em atividade os jogadores mais jovens, já que a Segundona manterá como critério a exigência de elencos Sub-23, com exceção de até cinco atletas relacionados por cada jogo acima desta faixa etária.

Por outro lado, surpreende a ausência de clubes que disputaram a Segunda Divisão do ano passado, como o Araxá, Valério, Montes Claros Esporte Clube e Passos FC, todos com restrição financeira.



Sobre o Peixe

O Pirapora volta à competição após 10 anos. O clube já teve seis participações, mas nunca passou da primeira fase. O presidente Luiz Pereira conversou com a VENETA e se diz motivado com a nova experiência, principalmente pelo esforço em recuperar a parte financeira do clube e pelo apoio conquistado na cidade para confirmar a inscrição no Campeonato.

Segundo eles, houve um acordo com o município para que o Estádio Otaviano Alkmin seja recuperado para atender às exigências da FMF. O Pirapora vai procurar orientação junto ao departamento de competições para seguir as normas e não ter qualquer contratempo nas vistorias. "Vamos trabalhar na busca por investidores na cidade e região como uma injeção de ânimo ao nosso projeto, afinal seremos o único time de todo o Norte de Minas na competição", disse Luiz.



Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.