Acadêmicos de Medicina transformam trote em doação de sangue

Campanha de doação de sangue será dia 12 e agendamentos podem ser feitos até 16/8

Dos mais diferentes tipos, o trote solidário é uma proposta do ambiente universitário para receber os novos alunos e, ao mesmo tempo, beneficiar pessoas ou instituições sociais e filantrópicas. As ações vão desde campanhas de doação de alimentos e de sangue a “vaquinhas”, pequenas reformas, campanhas educativas de saúde, no trânsito ou mesmo de cidadania e, ainda, visitas a creches e asilos.



Na Unimontes, os trotes solidários são bem-vindos e contam com o apoio da Reitoria e pró-reitorias com a finalidade de beneficiar a comunidade na qual a universidade está inserida. E com uma participação cada vez maior e bastante positiva entre os novatos e veteranos, o trote solidário da Unimontes neste segundo semestre terá uma ação específica da 75ª turma do curso de Medicina.

A ideia é reforçar o estoque de sangue do Hemominas, com uma mobilização no âmbito da Unimontes para incentivar a doação. A visita ao hemocentro está agendada para 12 de agosto, de 8h às 11 horas e de 13h às 17 horas. A partir desta campanha, o estoque será revertido para o Hospital Universitário Clemente de Faria (HUCF), vinculado à Universidade.

Mas para quem não puder doar neste dia e quer ajudar na campanha, a comissão organizadora explica que há outras opções: “É só ligar 155, escolher a opção 1 e agendar um horário entre os dias 13 e 16 de agosto. É importante não esquecer de informar que a doação de sangue será destinada para o HUCF”, ressalta a acadêmica e uma das organizadoras Paula Marteleto.

Outro movimento conjunto à campanha está no cadastro como doador de medula óssea, também realizado pelo Hemominas de Montes Claros. “Mas, neste caso, o processo de registro ocorre apenas nas segundas-feiras, de 8 às 10 horas e de 13 às 15h30”, acrescenta a organizadora. Segundo ela, o voluntário precisa declarar que está participando do trote solidário da 75ª turma de medicina da Unimontes, como forma de contabilizar posteriormente o resultado da campanha.


Dinâmica da Campanha

Segundo a Fundação Hemominas, atualmente, o Hemocentro de Montes Claros atende a 38 unidades hospitalares em 26 municípios do Norte de Minas. A demanda mensal é em torno de 1.500 bolsas de sangue. Atualmente, possui mais de 200 mil pessoas cadastradas em toda a região, mas apenas entre 4 a 5 mil candidatos à doação voltaram ou doam sangue regularmente. O grande desafio é melhorar esta estatística e sensibilizar as pessoas para que também façam parte desta corrente do bem.


Quem pode doar?

Pessoas que estejam com boa saúde e idade entre 16 até 69 anos; (menores desta faixa etária poderão doar apenas com consentimento dos pais ou responsáveis legais); A primeira doação somente poderá ser feita por candidatos com menos de 60 anos.

Pesar acima de 50 quilos e dormir bem na noite anterior a doação (6 horas no mínimo);
Ficar pelo menos 12 horas antes da doação sem ingerir bebida alcoólica;
Apresentar documento original da carteira de identidade, carteira de trabalho, certificado de reservista ou carteira de motorista (dentro do prazo de validade) com foto;
Não apresentar nenhum sintoma de febre amarela, dengue, zika, sarampo e chikungunya, nos últimos 30 dias.



Os candidatos à doação não podem

  • Estar gripado ou com febre nos últimos 15 dias;
  • Ter tido hepatite após os 11 anos de idade;
  • Estar exposto a situação de risco (múltiplos parceiros sexuais, uso de drogas, ter como parceiro sexual um portador do vírus da AIDS);
  • Apresentar ferimento ainda não cicatrizado;
  • Ter sido submetido à cirurgia de grande porte nos últimos 6 meses;
  • Ter sido submetido a exames de endoscopia ou broncoscopia nos últimos 6 meses;
  • Estar em tratamento para pressão alta.
  • Ter tido dengue, febre amarela, sarampo, zika e chikungunya nos últimos 30 dias;
  • Ter feito tatuagem, maquiagem definitiva ou colocado piercing nos últimos 12 meses;
  • Ter tomado vacina no último mês (como a contra SARAMPO, rubéola ou febre amarela);
  • (OBS: no caso da vacina contra a gripe (H1N1), a pessoa está liberada 48 horas após);
  • Ter histórico de anemia recente;
  • Ter tido problema de saúde recente;
  • Ter diabetes;
  • Ter recebido transfusão de sangue nos últimos 12 meses;


Estar fazendo ou ter feito uso de medicamentos conforme esquema abaixo:

  • Antibióticos: liberado após 15 dias (a critério médico);
  • Analgésicos e Anti-inflamatórios serão analisados caso a caso pela triagem clínica da unidade.


Como agendar?

O agendamento acontece de três maneiras: online, através do site da Fundação Hemominas (http://www.hemominas.mg.gov.br/); pelo celular, por meio do aplicativo MG App e pelo telefone 155, na opção 1. Os doadores também podem comparecer à unidade do Hemocentro, em Montes Claros, à Rua Urbino Viana, 640, Vila Guilhermina (ao lado da Câmara Municipal), no horário de 7h às 17h30min.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.