Mulher é presa depois de tentar trocar recém-nascido por imóvel

Por volta de 11h da manhã de domingo, (01/09), a Polícia Militar de Várzea da Palma foi acionada pelo Conselho Tutelar, comparecendo à Unidade de Pronto Atendimento daquele município, onde uma mulher de 30 anos, mãe de um recém-nascido, apresentou documentos de uma outra mulher ao ser atendida na unidade quando entrou em trabalho de parto. 



Segundo os militares, a gestante apresentou o documento de uma mulher de 46 anos. Questionada, a mãe admitiu que havia feito o acordo de dar a criança após o nascimento em troca de um imóvel no Bairro Princesa.

Funcionários do Hospital acionaram a Polícia Militar que abordou as mulheres envolvidas. 
Ambas confirmaram o acordo, sendo presas e conduzidas para a Delegacia de Polícia Civil por falsidade ideológica. 

O bebê foi encaminhado para a Fundação Hospitalar de Pirapora, pois apresentava complicações do quadro clínico. Outro filho da gestante, que estava sendo cuidado por uma vizinha durante parto, encontra-se agora sob os cuidados do Conselho Tutelar.

Com informações da 55º BPM 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.