Projeto promove capacitação para bares e restaurantes de Januária e região

Iniciativa do Sebrae Minas conta com a participação de 14 empresas 



As cidades de Januária e Itacarambi recebem um grande fluxo de turistas interessados em conhecer as belezas naturais do Parque Nacional Cavernas de Peruaçu, o Rio São Francisco e o Rio Pandeiros, chamado de “Pantanal” do Cerrado. Visando a contribuir para a melhoria do atendimento a esse público crescente, o Sebrae Minas desenvolve o projeto “Fortalecimento do Setor de Bares e Restaurantes de Januária e região. Ao todo, 14 empresas aderiram à iniciativa, que contempla ações de consultoria financeira, atendimento ao cliente e viagens técnicas.

A região de Januária tem um imenso potencial turístico e recebe pessoas de todo o país. Por isso, o Sebrae Minas tem promovido ações para estimular a melhoria do atendimento, levando oportunidades de consultoria e capacitação aos empreendedores do setor de bares e restaurantes. O objetivo é que eles aumentem a competitividade, inovem no atendimento e agreguem valor aos seus serviços”, explica a analista do Sebrae Minas Aline Magalhães.

Um dos participantes é Franklin Almeida, proprietário do restaurante Pimenta Mineira, em Januária . Ele conta que a inciativa está unindo a categoria e contribuindo para o fortalecimento do setor. “Estamos todos no mesmo barco o que favorece troca de experiência em busca do melhor para o cliente. Vamos colocar em prática o aprendizado dos treinamentos e consultorias para agradar e fidelizar nossos clientes. Acredito muito no potencial turístico de Januária e região, e por isso temos que estar preparados para atender a essa demanda”, ressalta.

Viagem técnica

Uma das principais ações do projeto são as visitas técnicas, nas quais os empresários do setor podem trocar experiências com profissionais renomados.  Na última semana, durante três dias o grupo visitou alguns bares e restaurantes de Belo Horizonte, como Xapuri, Hamburgueria James Burger e outros. Na bagagem, trouxeram muito aprendizado, como conta Alvani Gomes, o Gonó, proprietário do restaurante Spaguete & Cia.

“Essa visita abriu totalmente nossa cabeça. Voltei cheio de novas ideias e percebi que preciso mudar muita coisa, principalmente em relação a produtos e atendimento. Vou repassar esse aprendizado para meus colaboradores, para que possamos reformular nossa forma de trabalhar”, enfatiza.

As boas práticas vislumbradas nos restaurantes visitados em Belo Horizonte também foram destacadas por Franklin Almeida. ”Aprendemos muito sobre decoração, atendimento, novas tendências gastronômicas, harmonia dos pratos e mix de produtos. Foi enriquecedor poder ver tudo isso de perto”, reforça.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.