Responsive Ad Slot

Últimas notícias

latest

Efeito Covid: Shows, exposições, aniversários municipais e grandes festas regionais canceladas

19/05/2020

/ by UPira
Por Max Rocha



Festas regionais canceladas, campeonatos de futebol suspensos, shows musicais, desfiles cívicos e espetáculos adiados, feiras de negócios transferidas para 2021. Com a recomendação de distanciamento social para combater a disseminação do novo coronavírus, o setor de eventos sofre com a estagnação - o pior ano das últimas décadas.

Empresários, promotores de eventos e governantes ainda não conseguem estimar o prejuízo total causado pela crise, mas já consideram o 1° semestre morto, perdido. Entre cancelamentos, suspensões, agendas riscadas e adiamentos, o setor de festas e eventos no Brasil parou geral. O impacto da atual crise não tem precedentes.

Entre cancelamentos, suspensões, agendas riscadas e adiamentos, o setor de festas e eventos populares no Brasil, incluindo Minas Gerais, parou geral. Resta a esperança de retomada da agenda no 2° semestre - mas mesmo que o cenário se normalize, não haverá espaço e tempo para todos. Não tem como jogar tudo para o período de agosto a dezembro. 

Um bom exemplo são os eventos regionais: Exposições Agropecuárias de Montes Claros (Expomontes) e de Curvelo; o Aniversário de Pirapora (1° de junho) e o Encontro Nacional dos Motociclistas (no feriado de Corpus Christi), a Vaquejada de Coração de Jesus, o Arraial dos Buritis (em Buritizeiro), o Forró da Palma (em Várzea da Palma) e o Forró de Lassance.

Pandemia e campanha eleitoral

Por conta dos decretos estadual e municipais, que impedem a realização de eventos e aglomerações de pessoas, as programações festivas (de tradição anual e grande apelo popular) foram canceladas pelas prefeituras. Perdas consideráveis para hotéis, barraqueiros, bares e restaurantes, artistas regionais, empresas de transportes, distribuidores de bebidas, prestadores de serviços diversos etc. 

Assim, os efeitos devastadores da crise atingiram em cheio os eventos culturais, exposições agropecuárias, aniversários municipais, festivais, festas juninas e julinas na região Norte de Minas - a exemplo do que acontece no interior do País. Há quem ainda acredite que no tempo oportuno haverá readequação das programações e da grade de atrações. Será?

Sem as festas em Pirapora, Buritizeiro, Várzea da Palma e região, todas as atenções ficam voltadas, agora, para a proximidade do período de campanhas eleitorais. Definitivamente a pandemia alterou (de forma substancial e simultânea) todas as relações de consumo. Uma situação extraordinária de proporções catastróficas que se impõe de maneira irresistível e impossibilita a realização dos shows ou eventos contratados.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Don't Miss
© all rights reserved
made with by templateszoo