Responsive Ad Slot

Últimas notícias

latest

Norte de Minas e 16 microrregiões avançam para onda verde do Minas Consciente

03/09/2020

/ by UPira
A macrorregião de Saúde Norte e 16 microrregiões no estado poderão avançar para a onda verde do plano Minas Consciente, criado pelo Governo de Minas para garantir a retomada segura e responsável da economia nos municípios. 

O avanço foi definido nesta quarta-feira (2/9) pelo Comitê Extraordinário Covid-19, após as localidades manterem bons índices durante 28 dias em que estavam na onda amarela.

Foto: Divulgação 

Essa será a primeira vez que uma região chega ao último nível do plano, quando já é permitida a volta de atividades como cinemas, zoológicos, casas de festas, parques de diversão e shows. A abertura dos estabelecimentos deve respeitar os protocolos de segurança e o decreto estadual que restringe a lotação máxima de até 30 pessoas por ambiente.

Avanço criterioso

Romeu Zema destacou que o grupo foi criterioso para permitir o avanço e que a saúde dos mineiros continua sendo prioridade em todas as decisões.

“Estamos muito satisfeitos porque, pela primeira vez, uma macrorregião vai ser incluída na onda verde, que já permite o retorno de quase todas as atividades, desde que seguidos os protocolos de segurança. Vale lembrar que, para dar esse passo, é necessário que a região esteja em uma situação segura, com casos sob controle há pelo menos quatro semanas. E a região Norte cumpriu esse requisito”, disse.

As mudanças definidas pelo Comitê passam a valer neste sábado (5/9), após a publicação no Diário Oficial.

Pós-graduação

A partir deste sábado (5/9), os cursos de pós-graduação Stricto sensu (mestrado e doutorado) e Lato sensu (especialização) estão autorizados a retomarem as atividades na onda amarela do plano Minas Consciente. A decisão foi tomada pelo Grupo Executivo Covid-19 na última terça-feira (1/9). Foram observados a capacidade de adaptação do setor, além de uma tendência a pouca aglomeração e à natureza esporádica das aulas presenciais.

Onda verde



A macrorregião Norte apresentou um quadro controlado da doença após passar 28 dias na onda amarela*, o que permitiu o avanço para a onda verde, que permite a abertura de serviços não essenciais com alto risco de contágio.

São eles:

- Atividades artísticas, como produção teatral, musical e de dança e circo
- Cinemas, bibliotecas, museus, arquivos
- Parques, zoológicos e jardins
- Feiras, congressos, exposições, filmagens de festas, casas de festas, bufê
- Parques de diversão, discotecas, boliches, sinuca
- Bares com entretenimento (shows e espetáculos)
- Serviços de colocação de piercings e tatuagens

*Para avançar para a onda verde, as cidades precisam estar há 28 dias consecutivos na onda amarela, sem sofrer retrocessos durante esse período.

Microrregiões

Além das macrorregiões, os dados das 67 microrregiões mineiras são considerados pelo Comitê Executivo Covid-19, permitindo que elas sejam divididas por ondas, conforme as realidades específicas. 

Agencia Minas

Nenhum comentário

Postar um comentário

Don't Miss
© all rights reserved
made with by templateszoo